Evento Digital

II Weed.Con

2021

A Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas realizará de 22 a 24 de novembro de 2021, o II Weed Con.

Trata-se do segundo evento 100% digital voltado a profissionais, pesquisadores, cientistas, estudantes e agricultores ligados à ciência das plantas daninhas. O evento já tem a participação confirmada de representantes de instituições de ensino e pesquisa brasileiras e empresas norte americanas, latino-americanas e europeias, além de organizações representativas do setor, assegurando um painel sobre a ciência de plantas daninhas em todo o mundo.

Por meio de palestras, mini cursos e debates, o Congresso abordará temas como: o futuro da ciência das plantas daninhas e dos herbicidas no Brasil; o manejo da resistência de plantas daninhas à herbicidas em diferentes continentes; identificação, monitoramento e controle de plantas daninhas utilizando-se novas tecnologias de aplicação e os desafios nos diferentes setores da produção agrícola, vistos pela indústria, academia e Estado.

A primeira edição do Weed.Con, realizada em novembro de 2020, reuniu 758 participantes, produzindo 18 horas de evento online ao vivo, contando com a adesão de 8 empresas patrocinadoras. Foram apresentados 243 trabalhos científicos apresentados e acessos ao site da transmissão em diferentes países, como Brasil, Estados Unidos, Paraguai, Espanha e Portugal.

Pesquisa de satisfação realizada entre os participantes atribuiu nota média de 9,5, ao evento, com especial ênfase à qualidade e nível técnico das palestras. Faça parte deste evento!

Programação

22 a 24 de novembro de 2021

Tema: O futuro é logo ali.

HORÁRIO

ASSUNTO

14:00
Oportunidades na Ciência das Plantas Daninhas: um olhar sob o ponto de vista de gêneros.
Bianca Assis Barbosa Martins – Global Herbicide Research – BASF, Limburgerhof, Alemanha. Ana Lígia Giraldeli – Universidade Estadual de Londrina - UEL, Londrina, Brasil. Patrícia Andrea Monquero – Universidade Federal de São Carlos - UFSCar, Araras, Brasil.
15:30
Apresentações orais.
15:30
Herbicidas posicionados em pré-colheita de soja como alternativas em substituição ao paraquat
Andressa Sayuri Yokoyama.
15:45
Plant growth regulators and herbicides on ryegrass control at different stages of development
Fellipe Goulart Machado.
16:00
Phytotoxicity of smoke water on weed germination
Raphael Mota Garrido
16:15
Adubação foliar nitrogenada aumenta a fitotoxidade de dicamba em soja não-tolerante
Samia Rayara de Sousa Ribeiro.
16:30
Como as propriedades físicas e químicas de solos tropicais afetam a retenção e mobilidade do 14C-saflufenacil?
Fernando Sarmento de Oliveira.
17:00
Intervalo.
19:00
Abertura Oficial do Evento
Aldo Merotto Júnior – Presidente da Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas – SBCPD; Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Porto Alegre, Brasil.
19:10
Previsões e desafios no controle de plantas daninhas.
Harry Strek – Scientific Director of Weed Resistance - Bayer CropScience, Frankfurt, Alemanha.
19:50
A realidade das plantas daninhas no Brasil.
Edivaldo Domingues Velini – Faculdade de Ciências Agronômicas – FCA, Universidade Estadual Paulista - UNESP, Botucatu, Brasil.
20:10
Momento empresa 1
20:15
O controle das plantas daninhas na visão das indústrias.
Roberto Araújo – Educação e Boas Práticas Agrícolas, CropLife Brasil, São Paulo, Brasil Fábio Kagi – Gerente de Assuntos Regulatórios, Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal, Sindiveg, São Paulo, Brasil.
20:35
A biotecnologia representa o futuro do controle das plantas daninhas?
Paulo Augusto Vianna Barroso – Pesquisador na Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias, EMBRAPA, Presidente da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança, CTNBio.
20:55
Regulamentação e controle de plantas daninhas no Paraná.
Juliano Farinacio Galhardo Coordenador do Programa de Certificação Rastreabilidade e Epidemiologia Vegetal - Adapar
21:15
Momento empresa 2
21:20
Debate
22:00
Encerramento
Tema: resistência de plantas daninhas a herbicidas.

HORÁRIO

ASSUNTO

14:00
Identificação e levantamento de plantas daninhas por sensoriamento remoto.
Christian Bredemeier - Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Porto Alegre, RS.
Graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Mestre em Fitotecnia pela UFRGS e Doutor em Nutrição de Plantas pela Universidade Técnica de Munique, Alemanha.
14:50
Falhas na aplicação ou resistência à herbicidas?
Ulisses Rocha Antuniassi – Faculdade de Ciências Agronômicas – FCA, Universidade Estadual Paulista - UNESP, Botucatu, Brasil
15:40
Debate
16:00
Apresentações orais.
16:00
Fluxo gênico do transgene do milho confere resistência ao herbicida glyphosate em teosinto
Luan Cutti.
16:15
Resistência de capim-amargoso ao herbicida glyphosate na região Médio-Norte do Mato Grosso
Helen Maila Gabe Woiand.
16:30
First report of smooth pigweed with multiple resistance to EPSPS and ALS-Inhibiting herbicides in Brazil
Claudia Oliveira.
16:45
Identificação de espécies de caruru resistentes ao herbicida glifosato no Uruguai
Tiago Edu Kaspary.
17:00
MistuRe®: software para consulta de resultados biológicos científicos sobre misturas de produtos fitossanitários em tanque
Edson Aparecido dos Santos.
17:30
Intervalo.
19:00
Abertura segundo dia.
Arthur Arrobas Martins Barroso, Universidade Federal do Paraná, UFPR, Curitiba, Brasil.
19:10
Panorama do manejo da resistência à herbicidas no Brasil.
Fernando Storniolo Adegas – Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias, EMBRAPA Soja, Londrina, Brasil.
19:50
Manejo da resistência de plantas daninhas a herbicidas na Argentina.
Julio Alejandro Scursoni – Universidad de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina.
20:10
Momento empresa 3
20:15
Manejo da resistência de plantas daninhas a herbicidas nos Estados Unidos.
Caio Augusto de Castro Grossi Brunharo – Oregon State University, Oregon, Estados Unidos da América.
20:35
Manejo da resistência de plantas daninhas a herbicidas na Europa.
Joel Torra Farré, Universitat de Lleida, UDL, Lleida, Espanha.
20:55
Manejo da resistência de plantas daninhas a herbicidas na Austrália.
Martín M. Vila-Aiub – Agricultural Plant Physiology and Ecology Research Institute – IFEVA, Facultad de Agronomía, Universidad de Buenos Aires, Argentina.
21:15
Momento empresa 4
21:20
Debate
22:00
Encerramento
Tema: Desafios e Oportunidades.

HORÁRIO

ASSUNTO

14:00
Manejo de plantas daninhas na fruticultura tropical.
Prof. Bruno França (Universidade Federal do Vale do São Francisco)
14:30
Desafios e oportunidades no manejo de plantas daninhas em florestas plantadas.
Aroldo Ferreira Lopes Machado - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ - Seropédica, Brasil
15:00
Manejo de plantas daninhas em pastagens.
Neivaldo Tunes Caceres - NTC ConsultAgro
15:30
Manejo de plantas daninhas em olerícolas.
Marcelo Rodrigues dos Reis, Universidade Federal de Viçosa, UFV, Rio Paranaiba, Brasil.
16:00
Debate
16:30
Apresentações orais
16:30
Ecologia da germinação e emergência de Sussuáia
Ana Carolina Aparecida Lurrino.
16:35
Determinação do método diagnóstico da tolerância à submersão em capim-arroz.
Guilherme Menegol Turra.
17:00
Interferência nas características de produção de soja por capim-amargoso
Paulo César Timossi.
17:15
Fitossociologia de plantas daninhas em área de campo com suplementação luminosa
André Abrão Vacari.
17:30
Potencial de plantas de cobertura no manejo das infestantes em plantio de milho
Leticia de Paula Neves de Souza.
18:00
Intervalo
19:00
Abertura terceiro dia.
José Barbosa dos Santos, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM, Diamantina, Brasil.
19:10
Resistência de plantas daninhas à herbicidas auxínicos, um alerta.
Ricardo Alcantra - Campus de Lagoa do Sino (Buri/SP) - UFSCar - Centro de Ciências da Natureza (CCN)
19:40
Enlist Sistema de Controle de Plantas Daninhas.
Felipe Ridolfo Lúcio – Líder de Pesquisa e Desenvolvimento de Herbicidas para América Latina – Corteva.
20:00
Momento empresa 5
20:05
Posicionamento da Tecnologia Xtend no Brasil.
Ramiro Fernando Lopez Ovejero – Resistance Management Latam Lead – Bayer CropScience.
20:25
Dinâmica Ambiental de herbicidas auxínicos.
Caio Antônio Carbonari – Faculdade de Ciências Agronômicas – FCA, Universidade Estadual Paulista - UNESP, Botucatu, Brasil.
20:55
Momento empresa 6.
21:00
Debate
21:40
Cerimônia de premiações.
10:00
Encerramento

*Apresentação Oral
Cada apresentação deverá obedecer ao tempo máximo de 10 minutos. Os arquivos devem ser enviados no e-mail 2weed.con@gmail.com até o dia 15 de novembro de 2021. Não existem normas ou modelos de slides a serem seguidos.

Obs: A programação pode sofrer alterações até a data do evento.

Evento Online

Entre em contato

Redes Sociais